sub-paginas

domingo, 11 de agosto de 2013

Brasileirão: Rodada 13 tem dupla bola fora de Elias, do Bota, e mico de D'Ale

Atacante alvinegro leva os selos de gol mais perdido e sarrafo. Argentino tromba com árbitro, Diogo Silva faz milagre e Lucas Evangelista, o golaço.


Diferentemente de outros jogos, quando protagonizou belos lances, o meia argentino D’Alessandro entrou para a lista do pacotão#13 com um lance bizarro. Enquanto corria no meio-campo, estava tão concentrado na jogada que sequer percebeu o árbitro Pablo dos Santos Alves, que observava o jogo um pouco à sua frente. O resultado foi uma trombada forte que deixou o craque estatelado no chão por alguns segundos. O juiz parou o jogo e amparou D’Ale, que pareceu ter sentido bem mais o encontrão.

Além deste episódio, a 13ª rodada teve outros destaques. Os goleiros mostraram que estavam inspirados e escolher uma única defesa tornou-se uma árdua tarefa. Quem levou foi Diogo Silva. O jovem goleiro vascaíno garantiu a vitória do Vasco por 1 a 0 sobre o Coritiba com uma defesa que não se vê todo dia, em chute de Alex de dentro da pequena área. Quem também se destacou, mas de forma negativa, foram Elias, do Botafogo, e Felipe, do Flamengo. O atacante alvinegro, inclusive, apareceu duas vezes na lista, com o sarrafo e o gol mais perdido do fim de semana. Já Felipe engoliu um frango no clássico Fla-Flu, colocando a bola para dentro do próprio gol. 

O golaço da rodada foi digno não só de um selo, mas também de uma placa. Lucas Evangelista protagonizou um lindo lance no golaço que marcou contra a Portuguesa. Outro que merece a citação é o meia-atacante do Bahia Marquinhos Gabriel, que fez o que quis com os marcadores do Grêmio e levou o selo de drible da rodada.

Vale ressaltar que o goleiro Lauro, da Portuguesa, aparece na relação pela segunda rodada seguida. Desta vez, no entanto, ele não marcou, mas evitou o gol de pênalti de um companheiro de posição. Vive grande fase.
 
Golaço da Rodada: Se Ricardo Goulart marcou de letra na rodada #12, desta vez, foi Hernane. Mas o atacante do Fla não contava com a concorrência de Lucas Evangelista. O garoto do São Paulo marcou o gol de empate contra a Lusa em grande estilo: deu chapéu, cortou um zagueiro e chutou no canto. Um golaço que, infelizmente para o jovem, não evitou a derrota por 2 a 1 no Canindé.
 
Mico da Rodada: O colorado D'Alessandro está acostumado a entrar nesta lista mais pelas boas jogadas do que por micos como o que protagonizou contra o Atlético-PR. A trombada com o juiz no meio-campo foi digna de video-cassetada. O camisa 10 acabou levando a pior no lance e ficou caído no gramado. Que bizarro!
 
Gol mais perdido da rodada: O Botafogo não conseguiu a vitória como mandante sobre o Goiás por conta não só da boa atuação da equipe de Enderson Moreira, mas também pela ineficiência do ataque. Ou pelo menos de parte dele. Se Rafael Marques deixou o dele, Elias levou o troféu de gol mais perdido. Na pequena área, mandou em cima do goleiro Renan. O pecado custou a liderança ao Alvinegro.
 
Defesa: O Vasco saiu vitorioso no Couto Pereira, e um jogador em especial tem muitos motivos para comemorar. O goleiro Diogo Silva foi fundamental para garantir o resultado, operando um verdadeiro milagre de frente para o craque Alex, na pequena área. Vale conferir!
 
Sarrafo: Mais uma vez, Elias, do Botafogo, está na lista. E não é por isso que tem que se orgulhar. Ele também levou o selo de sarrafo da rodada, graças à pancada no zagueiro Rodrigo, do Goiás, que rodopiou no ar e caiu no chão sentindo muitas dores. Que feio, Elias!
 
Frango: O Flamengo já estava com a vitória encaminhada no Fla-Flu, mas o goleiro Felipe quase coloca o resultado a perigo nos lances finais. Após chute de Rafael Sobis, a bola bateu na trave, e o goleiro tentou segurá-la. No entanto, ele acabou colocando a bola para dentro do próprio gol. Sorte de Felipe que logo depois o juiz encerraria os 3 a 2 para o Rubro-Negro.
 
Drible: O Bahia saiu de campo goleado pelo Grêmio, mas ao menos um lindo lance pode inspirar o time a tentar uma reação na próxima rodada. O meia-atacante Marquinhos Gabriel se viu cercado por três marcadores e não tomou conhecimento de nenhum deles: foram duas canetas que deixaram os gremistas na saudade. Que lance de Marquinhos!
 
Fonte: globoesporte.com 
 
Sertãozinho Notícias - PB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário